Meu progresso

Páginas

domingo, 29 de julho de 2012

Depressão pós bariátrica!


E a melhor parte da minha vida já se foi e eu nem pude aproveitar, aprisionada em um mundo que não era meu, em um corpo que não era meu, agora é só mais do mesmo, uma rotina como a de qualquer um, monótona e sem graça, não tem para onde fugir, nem amigos eu sei mais fazer, odeio o lugar onde vivo, as pessoas que conheço são muito mais novas ou muita mais velha, o que eu não daria para voltar no tempo, mas não ser a mesma que fui presa naquele corpo horrível, eu queria ter tido a chance de ser como as outras meninas que eu conhecia, bonitas, divertidas, não o monstro que eu fui, por mais que digam que ainda sou nova, não é mais a mesma coisa, não tenho mais contato com ninguém, vejo algumas fotos no Facebook, algumas amigas casando, outras viajando e eu fiquei aqui no mesmo lugar, esse lugar que tanto odeio, odeio meu tio por ter vindo para essa maldita cidade e arrastado toda a família com ele, odeio o conformismo e hipocrisia do meu pai, antes de fazer a cirurgia eu não tinha esperanças nenhuma do futuro, quando marcaram a bendita data, criei esperanças novamente, mas agora me frustrei novamente.

Esses dias um amigo me disse "Eu nunca vi você apaixonada ou pelo menos você nunca disse estar" realmente, depois dos anos escolares e das paixonites eu nunca me apaixonei, nunca amei ninguém de verdade, mas tenho certeza que foi a única coisa boa que me aconteceu nesses anos todos, como alguém tão infeliz seria capaz de compartilhar a vida com alguém?
As pessoas devem pensar que sou mal-agradecida, que eu fiz uma cirurgia que muitos querem fazer e não conseguem e ainda sim fico reclamando, mas acreditem, a cirurgia não muda tudo, não muda seus pensamento e desejos!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Atualizações!

Fiquei dias sem postar no Blog, porque eu fico meio desanimada, estou meio depressiva e com alguns problemas, nenhum relacionado diretamente com a cirurgia, mas enfim...
Primeiramente, eu quero um emprego, eu sempre fui super dependente dos meus pais, depois da cirurgia bateu aquela necessidade de ser mais dependente, preciso de roupas novas, coisas novas, dinheiro meu, sem precisar ficar dando satisfações, mas está dificil conseguir um emprego aqui nessa cidade viu.
Comprei uma balança, não deveria, mas comprei.
Estou carente e me sentindo sozinha, família é complicado, nem sempre sabem ouvir, meu único ouvinte é um Pug que eu trato como filho.
Coloquei um piercing novo e decidi fazer uma tatuagem.
Ainda não tenho coragem de postar fotos do antes e depois, mesmo perdendo 15 kilos ainda me sinto enorme e não vejo quase nenhuma diferença, só nas calças, essas andam caindo, preciso de novas, mas para isso preciso de um emprego.
Tenho chorado mais do que o normal e nem estou de TPM.
Estou cozinhando, sempre cozinhei bem, mas agora estou me arriscando no mundo light da vida e modéstia a parte, com muito sucesso.

Bom, por hora é isso!